7 coisas que você não pode deixar de conhecer em Rimini

In Attraction, Blog Article, Europe, Rimini by kaeferLeave a Comment

Por Kathlenn Kaefer

Conhecida por ser um grande balneário de verão, com mais de mil hotéis e mais de 100 lidos, a cidade de Rimini surpreende. Não só por ser um destino de verão que acolhe turistas principalmente vindos da Rússia, Alemanha e Suíça, mas também por ter um centro histórico cheio de charme, grandes parques e uma vida noturna agitada, inclusive no inverno.

Ponte do Tibério

Um dos pontos turísticos mais atrativos e belos da cidade, é a Ponte do Tibério. A sua construção teve início no ano 14 e só foi finalizada no ano 21d.C . A sua história é marcada por terremotos, inundações e guerras mas apesar de alguns arranhões mas se manteve firme e até hoje é usada como ligação entre o centro histórico de Rimini e um dos locais mais charmosos da cidade, o Borgo San Giuliano.

Borgo San Giuliano

É com certeza o bairro mais cheio de encantamento e magia da região. Caminhar pelas belas e estreitas ruas de pedras, cheia de casas coloridas e desenhos nas paredes, nos remete ao século XI, quando esse lugar era uma vila de pescadores. Além de ser uma delícia percorrer seus caminhos, o local hoje é um dos preferidos para quem aprecia a boa gastronomia e a vida noturna agitada.  

Parco XXV Aprile

O Parco XXV Aprile se destaca em meio a história e ajuda a compor de forma belissima esse cenário. Com 25 hectares, é o maior parque de Rimini. E além do grande espaço de área verde onde é possível praticar atividades físicas, relaxar e fazer um picnic admirando a Ponte do Tibério e o Borgo San Giuliano, também é perfeito para jogging, passeio de bicicleta, levar as crianças se divertirem no playground e ainda tem espaço reservados para soltar os cachorros e deixarem eles se divertirem. 

Cinema Fulgor

Seguindo para o centro da cidade, passamos pelo Cinema Fulgor. Depois de cinco anos de reestruturação e restauração o espaço voltou a ganhar vida. As duas salas de exibição “Giulietta” e “Federico” são inspiradas no estilo Hollywoodiano dos anos 30 e são um charme. Na verdade é o que transforma o “assistir um filme” em uma experiência deliciosa.  Um dos lugares que com certeza deve fazer parte da sua lista quando for visitar em Rimini, na Itália.

Piazza Cavour

A praça central de Rimini, onde acontecem diversos eventos no verão e principalmente no inverno, como a montagem da árvore e luzes de Natal, com feiras natalinas e temáticas que acontecem durante o ano, a Piazza Cavour , também é palco  para edifícios imponentes que além de anos de história, hoje recebe diversos visitantes. Como o Part – Palazzi dell’Arte Rimini, que você pode conferir tudo sobre o mais novo museu da cidade nesse post.

O imponente e belíssimo Teatro Amintore Galli, que teve sua construção iniciada em 1843 e finalizada em 1857. Em 1916 o local sofreu com o terremoto que danificou parte dos escritórios municipais. E na primavera de 1943, consta que foi a ultima temporada do Teatro antes das bombas da Segunda Guerra Mundia destruirem 90% do salão e do palco. Somente em 1975 o local começa a ser reestruturado e depois de 75 anos desde sua última apresentação, o Teatro é oficialmente inaugurado em 28 de outubro de 2018 e abre novamente suas portas para eventos e shows musicais.

Na Piazza Cavour também é possível admirar o Palazzo Garampi, onde é a prefeitura da cidade. E La Pescheria, o Antigo Mercado de Peixes, onde comerciantes da região expunham e vendiam seus peixes fresquinhos em longas mesas de mármore.  Hoje o espaço é usado para vender flores e também, é um dos pontos de encontro para quem adora curtir um aperitivo no fim do dia ou um barzinho cheio de animação e diversão à noite.

Por ali, a Fonte Pigna de 1543 e a estátua do Papa Paulo V, de 1614.

Arco d’Agusto

Construído em 27 a.C. em homenagem a Otaviano Augusto, o Arco d’Augusto é o mais antigo preservado no norte do país. O local era porta de entrada da cidade, pela estrada que conectava Roma a Rimini, um traçado realizado em 220 a.C. pelo cônsul Flaminio.

Parco Giovanni Paolo II

Passando o Arco d’Augusto  seguindo pela ciclovia entramos no Parco Giovanni Paolo II um dos parques mais belos para apreciar a paisagem e passar o dia, seja lendo, se divertindo, relaxando ou encontrando os amigos para um almoço em um dos quiosques espalhados pelo local. Para quem gosta de se exercitar o local também é perfeito já que tem uma pista que circunda o parque e o lago que fica em seu interior. Ali é possível admirar patos e gansos e deixam a paisagem local ainda mais charmosa em qualquer época do ano.

Fizemos um post com os melhores restaurantes da que conhecemos na cidade, confira 😉

Share This Page

Leave a Comment